CONHEÇA A EXPERIÊNCIA
DE 04 A 12/12

Uma semana inteira para sentir, perceber e construir novas formas de se comunicar com a gente mesmo, com os outros e com o mundo. BILHETERIA ENCERRADA EM 02/02/2020.

"Pra comunicar algo você precisa de pessoas. Mas, o que de fato sabemos sobre pessoas?”

- JOY BAENA -

Com Joy Baena e Ed Conde

Vamos juntos, criar uma grande comunidade de afeto e acolhimento.
23/11 às 19h [BILHETERIA ENCERRADA]
SESSÃO PREMIÈRE - GRATUITA

Onde: no Zoom, por ordem de chegada. Após lotação da sala, acompanhe pelo Youtube. Saiba mais sobre a humanização e a HUG.

Ingressos: até 23/11 - gratuito ou contribuição social.


04 a 12/12 [BILHETERIA ENCERRADA]
LABORATÓRIO HUMANIZA

Onde: na HUGLAND - 1 semana de interação + 20 dias de acesso parar rever os conteúdos.

Ingressos: até 02/12

Quer chamar mais gente pro abraço?

Compartilha o endereço bit.ly/humaniza-hug ou clica em:

Quer falar com a gente?

Escreva para toaki@hugland.com.br

QUER SABER AS NOVIDADES HUG.
Deixe seus dados para receber comunicados da HUG sobre novas experiências.

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Por quê?

Estamos vivendo um momento atípico. É como se um tsunami invisível e silencioso tivesse passado por nossas vidas e agora, temos que viver isolados em barcos.

Nesse isolamento perdemos a visão, a proximidade com as pessoas que estão fora do barco. A percepção que vai além do que é dito ficou comprometida.


Ao nos relacionarmos por telas, estamos reforçando comportamentos que já existiam, mas que agora se intensificam.


Quer testar? Veja os depoimentos abaixo e marque aqueles com os quais você se identifica.

  • Eu entro e saio de reunião online o dia todo. E em todas elas só falo, exclusivamente, de trabalho. – Mariana
  • Eu sinto que estou trabalhando mais do que antes, porque agora, entrega virou sinônimo de resultado. A gente tem que mostrar que está trabalhando. – Carlos
  • Eu me sinto culpada por estar cansada e não me permito descansar, nem sequer 15 minutos, mesmo sabendo que eu voltaria melhor depois. – Julia
  • Eu prefiro fazer tudo sozinho, porque chamar as pessoas e conciliar agendas dá muito mais trabalho. - Antônio
  • Recebo um monte de demanda sem explicação e já entreguei muito projeto que não fez o menor sentido. – Carmem
  • Parece que tudo é urgente, tudo é prioridade, só que ninguém se fala. – Paulo
  • Eu não gosto de imediatismo, mas quando vejo, me pego exigindo que as pessoas me respondam na mesma hora que enviei a mensagem. – Wisley
  • Eu sinto que preciso estar disponível o tempo inteiro. Posso parar pra comer? – Juliano
  • Às vezes me sinto inútil, porque recebo a coisa pronta e não posso nem opinar, nem fazer do meu jeito. – Décio
  • Fico angustiada, porque não sei dizer que já estou atolada de trabalho e vou pegando mais e mais. Quando vejo são 23h e estou de pijama desde às 7h. - Fernanda
  • Não posso dizer pra ninguém que estou mal, ansioso e angustiado. Digo que estou bem, porque, sabe, não posso mostrar vulnerabilidade aqui na empresa. Isso só é bonito nos livros. – Felipe


Se você marcou pelo menos 3 dos itens acima, bem-vind@ ao Laboratório HUMANIZA.

ME IDENTIFICO! ONDE ME INSCREVO?

"Ser humano não é máquina! Ser humano não muda comportamento quando lê manual. Ser humano aprende por meio de experiência sentida, vivenciada e exemplificada na sua realidade."

- ED CONDE -

Pra quem?

Qualquer pessoa que está vivendo tudo isso e não sabe o que fazer.

Qualquer pessoa que deseja encontrar outras pessoas que estão vivendo a mesma coisa e não tem com quem falar sobre isso.

Qualquer pessoa que necessita de um espaço de troca com especialistas da comunicação, que os ajudem a encontrar novas soluções na forma de se comunicar.

Como?

O ponto de partida: histórias reais.

O ponto de partida para essa grande troca serão histórias reais. Ed e Joy vão dividir casos de líderes, mães, pais, executivos e vendedores.


Eles vão discutir situações de pessoas comuns que, assim como você, enfrentam um mundo diretivo, controlador, preconceituoso, que não nos permite demonstrar sentimentos, não oferece empatia e nos exige perfeição. Histórias que nascem de um mundo inflexível e às vezes, cruel para quem deseja pertencer e ser acolhido.


Vão falar do excesso de conteúdo frio e sem contexto que recebemos diariamente e da nossa sensação de impotência ao não conseguir processar tudo, como gostaríamos.


Vão falar de como as pessoas sentem, percebem e compreendem informações e de como deixar tudo mais leve e fácil de entender.


Vão falar de como lidar com conversas difíceis e também, sobre como engajar e encantar as outras pessoas com o que a gente diz.


Vão falar de líderes, que não podem demonstrar vulnerabilidade e também sobre a mágica, que acontece quando essa crença é quebrada.


Será uma grande conversa, uma grande troca. Nada de curso pronto ou conteúdo engessado. Esse laboratório é pra gente se encontrar no coração, no sentido e também na razão, ampliando nosso olhar e consciência sobre novas formas de construir conexão com a gente mesmo, com o outro e com o mundo ao nosso redor.

Conheça algumas histórias que serão seu combustível inicial para começar a perguntar

É possível ser líder e ser humana?
O que é uma venda humanizada?
O professor que eu nunca esqueci!

JOY BAENA


Sou mãe da Luiza e da Pipoca, Maringaense de nascimento e Paulista de coração. Nunca consegui ser uma coisa só. Sou designer, editora de vídeos, roteirista, publicitária, escritora, especialista em simplificar informação complexa e comunicadora.



Em 2008, fundei a La Gracia, uma consultoria de comunicação humanizada e durante a pandemia, lancei a HUG, uma metodologia de aprendizagem colaborativa baseada na metodologia da Escola da Ponte.


Em 2009, criei o 1º Curso de Design de Apresentações do Brasil, que já capacitou mais de 20 mil pessoas a trazerem sentido e empatia para suas comunicações. Em 2017, junto com a GOL, criei o “Conectar para Servir”, projeto de humanização da Cia. que levou empatia, sentido e vulnerabilidade para mais de 14 mil pessoas. Preparei o time de RH da Intercement para humanizar a empresa; há 7 anos, capacito os trainees da Votorantim a se tornarem referência em comunicação; transformei os treinamentos da Adidas em experiências sensoriais e interativas; em 2019, abri o evento de Diversidade da Bayer para 150 líderes, falando sobre “Coragem de ser vulnerável” e, capacitei os colaboradores da Rabobank a transformarem valores da empresa em histórias emocionantes, entre outras coisas. Em 2020, venho ajudando a humanizar a comunicação da Liderança da Coca-Cola e Porto Seguro, por meio de conversas transformadoras. Falamos sobre vulnerabilidade, coragem, empatia e gestão de conflitos.


Há mais de 10 anos, promovo trocas sobre temas como comunicação humanizada, vulnerabilidade, empatia, storytelling e criação de sentido, em centenas de eventos de todo o Brasil. Por 4 vezes, fui selecionada como palestrante do CBTD.

ED CONDE


Estudioso do jeito de conhecer as coisas, humanizado porque a vida o conduziu para isso, tocador de piano e consultor nas áreas de comunicação e aprendizagem significativa.



Nos últimos 20 anos, realizo projetos em todo o Brasil com os mais diferentes segmentos de negócio como provocador, facilitador, consultor, palestrante e mentor de projetos de efetividade de conhecimento e comunicação.


Ajudei a MSD a aumentar significativamente suas vendas de produtos agropecuários, orientando veterinários a adequar e simplificar a comunicação com proprietários e funcionários rurais. Preparei cerca de 200 médicos de farmacêuticas como Roche, Takeda, Lilly e Novo Nordisk para falar de forma mais simples e conectada com seus públicos. Ajudei empresas como Leroy Merlin, CPFL, Seguros Unimed, Basf e Braskem a encontrarem formas mais efetivas de explicar, apresentar e implementar novas ideias, projetos e iniciativas. Provoquei a Liderança de empresas como Porto Seguro e Banco Pan a trazerem mais sentido para suas palestras, reuniões e eventos. Preparei mais de 300 profissionais multiplicadores do Bradesco para receberem os novos funcionários do HSBC. Transformei engenheiros líderes da International Paper em comunicadores de seus projetos para que fossem disseminados para toda a empresa.


Já realizei mais de 500 mentorias, consultorias e cocriações, transformando conhecimento complexo e sem sentido em comunicação eficaz e humanizada, com foco na transformação de pessoas, ambientes e culturas.

ME AVISA QUANDO TIVER MAIS?

Somos a HUG.

Uma experiência de aprendizagem diferente de tudo o que você já viu.

Aqui a pergunta é tão importante quanto a resposta.
Você decide o que quer aprender.
Compartilha suas ideias e constrói conhecimento junto.
Contribui para um mundo melhor.

Copyright © 2020 | Uma empresa do Grupo Integração Escola de Negócios

Feito com dedicação para te envolver em um abraço de conhecimento e troca com quem te inspira.

Um abraço na sua vontade de aprender. na sua relação com você mesmo e com as pessoas que estão ao seu redor.